Social Icons

domingo, 27 de outubro de 2013

Derdian - Discografia

É, rapaz... Derdian! Os milaneses do Derdian! Apesar de eu não ter lá muita relação afetiva com a banda, ela é como abrir um baú de lembranças, pois me lembra a época da adolescência ouvindo Power Metal pra mais de metro. Até parece que faz muito tempo e que sou velho de guerra, né, hahaha, mas ainda assim, durante a adolescência eu ouvi Power como se o Metal só tivesse isso. Eu só garimpava isso. No meio dessas atividades investigatórias, descobri esses caras, quando tinham acabado de lançar o "New Era Pt. 2: War of The Gods", em 2007. Fui levado por comentários muito positivos sobre o som dos discos até então lançados, daí, claro, né, fui na seca ouvir e... não concordei. Tenho que admitir, os caras fazem um Power Metal decente, mas comigo não rolou química! Anos mais tarde, voltei a tentar ouvir e não mudei de opinião. Não acho ruim, mas é bem longe de algo que eu vá ouvir integralmente. Tem bandas que as coisas acontecem dessa forma mesmo. Contudo, não se deixem levar pelo que tô falando; muita gente discorda de mim, e provavelmente você discordará também.
O som dos caras não sai do Power Metal que todos conhecemos, então você já sabe mais ou menos o que esperar. As influências mais gritantes são do Stratovarius e Rhapsody of Fire. A primeira se manifesta principalmente nos arranjos de guitarra bastante "tolkkianos", em especial no debut, e a segunda, através de refrões épicos com coros graves. Sem dúvidas, uma banda completa do gênero, com um som bastante melódico, alguns refrões são até pegajosos, e os teclados frequentemente mostram que existe, criando uma atmosfera mais harmônica e alegre. Detalhe para a bateria também, bem variada, e com bastante uso dos pedais duplos, algo que gosto demais de ver nesse estilo.
Contrariando qualquer expectativa de quem conhece ou já ouviu falar nesses italianos, o Derdian surgiu em 1998, na cidade de Milão, por iniciativa do guitarrista Enrico Pistolese e do baterista Marco Covelli, que tinham o intuito de fazer Thrash Metal. Não passavam de uma banda cover naquela época, que, contando também com o vocalista e guitarrista Luigi Trapani e o baixista Samuele Carrari pouco depois, tocavam canções de bandas como Megadeth e Metallica. Porém, essa fase não se estendeu por muito tempo, pois quando começaram a compôr material autoral, uma linha mais épica começou a ser seguida, o que desagradou os dois membros não-fundadores, e os levou a desligarem-se da banda. As duas vagas se transformaram em quatro com a entrada do vocalista Andrea Figus, do guitarrista Luca Aversa, do baixista Max Raineri e do tecladista (não poderia faltar, né) Federico Bonetti.
A nova formação lançou em 2001 seu primeiro mini-disco, a demo "Revenge", que recebeu boas críticas das revistas locais. Todavia, o tempo fechou novamente nos interiores da banda, provocando nova alteração no line-up: desentendidos, o baixista Max Raineri e o tecladista Federico Figus saíram. Alessandro Colombo Marco Garau, respectivamente, preencheram os respectivos postos. Parecia que agora ia rolar, pois estavam trabalhando em novas canções e se apresentando pelas redondezas. Porém, por questões de conflito de agenda, o guitarrista Luca Aversa saiu. Massimo Sangiorgi chegou para apoiar, mas parece que chegou se achando o tal, pois se desentendeu com todo mundo e acabou metendo o pé também. Uma verdadeira salada mista de ingressos e desligamentos de membros se sucedeu frequentemente, algo que dura mais ou menos até os tempos atuais.
Sob essa troca turbulenta, a demo "Incitement" foi lançada em 2003, contando com Joe Cagianelli no vocal, Enrico Pistolese no backing vocal e guitarra, Cristo no baixo, Salvatore Giordano nas baquetas e Marco Garau nos teclados. O trabalho e as apresentações que se sucederam renderam um contrato com com a Steelheart Records em março de 2004, o que facilitou o trabalho e o lançamento de seu primeiro álbum "New Era Pt. 1", que chegou em 2005, agora com Dario Radaelli como guitarrista solo (jogando Enrico Pistolese para a guitarra base) e Fulvio Manganini no baixo. As vendas foram satisfatórias, em especial nos Estados UnidosCanadáJapão e Coréia do Sul.
Até eu que não sou lá chegado nos caras, vira e mexe, esbarro com algo deles na internet. É, cara, eles levam a sério essa coisa de divulgação próxima ao público. Estão em todas as redes sociais, inclusive no Last (onde os tenho adicionado), e isso certamente alavancou seu nome. Com o sucesso do primeiro álbum sendo o principal guia de sua ascensão, o selo Carta Magna Records, que é grande, ofereceu um contrato, que o Derdian acatou e com isso lançou a sequência "New Era Pt. 2: War of The Gods", em 2007. Detalhe que a formação é a mesma do disco anterior. Estabilidade incomum, em vista de como o movimento foi agitado até o debut.
Demorou um pouco mais, mas em 2010, o último volume da trilogia foi lançado, novamente via Carta Magna Records. Seu nome é "New Era Pt. 3: The Apocalypse", e é inegável que a capa é maravilhosa. O baixista foi novamente alterado para o álbum; agora quem toma conta das quatro cordas é Marco Banfi. Esse disco, além de completar uma sequência de histórias, também 'finaliza' a mudança de sonoridade, cada vez mais levada na base dos teclados.
De novo, a formação sofre uma sacudida. Em 2011, o baixista recém-ingressado Marco Banfi sai. Seu substituto é Luciano Severgnini. No ano seguinte, até o vocalista de longa data Joe Cagianeli deixou o grupo, que foi substituído por Ivan Giannini. Nesse meio tempo, o contrato com a Carta Magna Records expirou e não foi renovado. Isso não desanimou o conjunto, que prosseguiu trabalhando no quarto álbum de estúdio.
O resultado veio à luz em março de 2013, sob o nome "Limbo". Apesar de ser um álbum independente, não precisa ficar com um pé atrás. A qualidade sonora é profissional, e a mixação e masterização pontuais e perfeitas. Nenhuma revolução acontece no disco, que tem uma pegada parecida com seu antecessor. Pra mim, que, como já dito, não sou tão na aba desses italianos, o mais legal é a faixa bônus "Pegasus Fantasy", cover do tema dos Cavaleiros do Zodíaco em edição japonesa. Ivan Giannini tem um timbre perfeito para cantar J-Rock, nem parece italiano. Até o vibrato é perfeito! Ficou muito foda!
Então aqui está pra vocês uma banda de Power Metal que provavelmente vai agradar ao público que gosta da vertente. São bons no que fazem, e sei que os mais apaixonados vão se identificar, isso se uma boa parcela já não conhecer, o que é provável, pois o Derdian não é tão desconhecido assim, mesmo que não seja a banda mais mainstream do meio.


 New Era Pt. 1 (2005)

01 - Incipit
02 - Beyond The Gate
03 - Eternal Light
04 - Nocturnal Fires
05 - Anubis' Call
06 - Incitement
07 - Screams of Agony
08 - Where I Can Fly
09 - Crystal Lake
10 - Entering This Cage
11 - Cage of Light


 New Era Pt. 2: War of The Gods (2007)

01 - Overture
02 - New Era
03 - Betrayer
04 - I Don't Wanna Die
05 - Golstars Rage
06 - Why?
07 - Back To The Crystal
08 - Immortals' Lair
09 - The Hunter
10 - Before The War
11 - War of The Gods


 New Era Pt. 3: The Apocalypse (2010)

01 - Preludio
02 - The Spell
03 - Battleplan
04 - Black Rose
05 - Her Spirit Will Fly Again
06 - Dreams
07 - Divine Embrace
08 - The Prophecy
09 - Burn
10 - Forevermore
11 - Revolt
12 - Presagio


 Limbo (2013)

01 - Carpe Diem
02 - Dragon's Life
03 - Forever In The Dark
04 - Heal My Soul
05 - Light of Hate
06 - Terror
07 - Limbo
08 - Kingdom of Your Heart
09 - Strange Journey
10 - Hymn of Liberty
11 - Silent Hope
12 - Pegasus Fantasy (Theme From Saint Seiya Cover) (Bonus Track)

Download

 Human Reset (2014)

01 - Eclipse
02 - Human Reset
03 - In Everything
04 - Mafia
05 - These Rails Will Bleed
06 - Absolute Power
07 - Write Your Epitaph
08 - Music Is Life
09 - Gods Don't Give A Damn
10 - After The Storm
11 - Alone
12 - Delirium
13 - My Life Back

Download

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Indomite - Discografia

Se tem algo cada vez mais bacana em relação ao Warriors Of The Metal, é esse lance de termos contato com algumas bandas e obtermos o total direito de divulgarmos seu material. Quem nos conhece de um tempo pra cá, com certeza já deu uma olhada na sessão de "Bandas Emergentes Nacionais" e conferiu algum material, tudo de alta qualidade! Pode ter certeza, caso você seja um dos que tem um pé atrás com bandas novas, que não sabe o que está perdendo. São bandas novas, porém maduras, de primeira linha, com som de qualidade, seja de gravação, seja de composição. A avaliação para entrar aqui é criteriosa, portanto, não tenha receios! Baixe!
Agora estamos começando a ter uma leve expansão, e a honra da divulgação está ultrapassando os limites da divisão política de nosso país, alcançando terras mais distantes! Exatamente por isso agora temos uma sessão de "Bandas Emergentes Internacionais". Graças ao amigo Mauricio Quintero, baterista da banda, que veio com o pedido de divulgação, dessa vez, aqui vai um som super foda, técnico, habilidoso, com riffs pesados e atmosfera moderna direto de Medellín, na Colômbia: o Indomite, que faz um convincente e energético Progressive Metal!
As raízes do Indomite firmaram-se no solo no início do ano de 2009, por iniciativa do até então vocalista Juan Fernando Quiroz e do baterista Mauricio Quintero, que compartilhavam uma mútua vontade de iniciar uma banda de Heavy Metal séria e dedicada. Não tardou, e o line-up rapidamente fechou com a adição dos guitarristas Alejandro e Juan Carlos Sánchez, do baixista Josue Velez, bem como de uma segunda vocalista, a bela Catherin Graciano, membros que, apesar de não serem pessoas tão familiares à dupla fundadora, compartilhavam da mesma paixão e vontade. As atividades então começaram ainda no mesmo ano, a partir da apresentação de esporádicos shows em bares locais e pequenos teatros, além do lançamento de uma pequena demo digital independente sem nome, que não atendeu às expectativas nem mesmo da própria banda.
Apesar da timidez de uma banda inicial, os shows que faziam e os trabalhos de composição acabaram por, em 2010, amadurecerem de forma significativa, moldando o som e as idéias da banda em uma direção mais forte e virtuosa. As inspirações líricas passaram a ser mais baseadas em suas vidas e seus pensamentos, obtendo-se algo mais profundo e filosófico. Essa foi a deixa para reinventarem o projeto e sustentar sua produção musical.
Foi a partir de 2011 que, com ideias e objetivos mais lúcidos em mente, a banda começou a de fato render e demonstrar diferencial. Antes de qualquer coisa sonoramente relevante ocorrer, o vocalista e fundador Juan Fernando Quiroz deixa a banda, cedendo vaga para Santiago Giraldo revelar seu talento. Outra baixa foi a saída do guitarrista Alejandro, obrigando Santiago a dedicar-se também à guitarra rítmica. O primeiro passo nessa exposição foi a fodástica e profissionalíssima demo "Espejo y Realidad", gravada e lançada de forma independente, mas com acessos de alta qualidade, tanto no equipamento quanto na produção. Uma típica demo dos tempos atuais, que deixam para trás a ideia de que demos são mal gravadas. O trabalho conta com três faixas, todas cantadas em espanhol, como era a lei da banda até então, que apresentam uma musicalidade que, instrumentalmente, é um forte Heavy Metal, tocado com velocidade e poder, porém, interpretado por vocais mais harmoniosos e melódicos, liderados por Santiago e apoiados pela Catherin. Com certeza, um trabalho para já causar ansiedade e boa expectativa para trabalhos futuros.
Qualquer um que não tivesse ideia de que banda seja essa ouviria essa demo e falaria que eles têm futuro, e que com certeza isso renderia frutos. Pois é, e aconteceu, e segue acontecendo, devagar. A demo presenteou o grupo com possibilidades, como apresentações em grandes festivais e críticas positivas da mídia especializada global.
No fim daquele produtivo ano, os caras novamente se reuniram e decidiram reformular sua musicalidade. Essa decisão os levou a algo mais atrevido, mais virtuoso: o complexo e fascinante Progressive Metal. Infelizmente, a vocalista Catherin Graciano veio a deixar seu posto. Ainda assim, com os planos de mudança de gênero, mais um integrante foi adicionado à formação, sendo ele essencial para um Prog de respeito: o tecladista Carlos "El Perry" Ortiz. A forma de composição das letras também sofreu alteração; a fim de transmitir sua mensagem para um público mais amplo, passaram a compor as músicas em inglês.
Tudo certo, mãos na massa. Os rapazes passaram então algum tempo trabalhando na nova fórmula. Não precisaram de muito tempo para se adaptar ao Progressive Metal. Ao meu ver, é isso que define músicos de verdade, pois têm real compreensão de música, têm versatilidade, e por último e não menos importante, competência. Rapidamente as músicas do debut ficaram prontas e a produção, feita pela própria banda em parceria com Santiago Mora, durou de abril a setembro de 2012. No dia 5 de outubro daquele mesmo ano, o maravilhoso "Theater of Time" foi lançado, de forma independente (e não custa lembrar, com alta qualidade auditiva). Mais tarde, no dia 28 de novembro de 2012, o Indomite assinou com a Norse Music, que relançou o disco por toda a Europa! Mas olha, tenho que dizer... Não é brincadeira como esse álbum é foda, e como ele me acarretou um vício!
Se você gosta de Prog Metal, com certeza vai gostar muito desse debut. A sonoridade conta fortes e pesados riffs de guitarra que te fazem não conseguir ficar quieto, te fazendo no mínimo mexe a cabeça ao ritmo! As mesmas guitarras solam na técnica, velocidade e respeito que o gênero exige! Caracterizando melhor o gênero, temos constante participação dos teclados, que se apresentam de diversas formas, seja na base, seja em arranjos mais evidentes, seja solando. Além disso, introduzem bastante pianos nos trechos mais balados e cadenciados, dando um ar ainda mais bonito de classe.
Outros pontos marcantes são a graciosa performance do vocalista Santiago Giraldo, que canta com vontade e fôlego, bem como a inédita introdução de vocais guturais aqui e acolá, executados pelo guitarrista Juan Carlos Sánchez, que auxiliam na transmissão de uma mensagem ainda mais forte. Combinando elementos como os fortes riffs, arranjos sintetizados tão "tecnológicos" e guturais, já é de se esperar uma sonoridade bastante moderna, e é exatamente isso que ocorre. Os guturais chegam a lembrar o Metalcore, mas só de relance, pois a musicalidade não faz apologia alguma ao mencionado estilo.
Muitas pessoas relacionam o Metal Progressive à fritação, exibicionismo, exagero e longas músicas. Caso você esteja com receio disso em relação ao Indomite, pode ficar tranquilo. As canções não são tão longas; a maioria gira em torno de 3, 4 e 5 minutos, com exceção da linda "Rain" e da poderosa "Parasite (Symbiotic)" que têm 7 minutos, e da "The Curtain That Will Never Fall", faixa de 12 minutos de duração que encerra o "full-lenght" com chave de ouro e classe. Em relação às técnicas aplicadas, pode ter certeza também que apesar de demonstrarem intimidade com seus instrumentos, eles não fritam. Fazem muito bem seu trabalho sem exageros! É complexo? Sim. É Prog. Mas eu garanto que com umas três ouvidas no álbum, vai dissimilar satisfatoriamente e quiçá viciar, isso se não gostar firme já na primeira audição. "Theater of Time" é um belíssimo trabalho que faz jus às positivas críticas que recebe!
Atualmente os caras se encontram trabalhando em seu segundo álbum de estúdio! A expectativa é de algo fodástico, a julgar pelo que fizeram até o momento!
Aqui está então mais uma banda emergente internacional no nosso site, e, claro, mais uma que vale a pena pra caralho ouvir! Gostaria de agradecer aos membros da banda, em especial ao amigo Mauricio Quintero, pela cessão das informações, pelo direito de compartilhamento, bem como por apresentar um disco tão bem feito em solo latino-americano! Abaixo deixo mais informações sobre o Indomite:

|    Facebook Page    |    ReverbNation    |    MySpace    |
|    Youtube Channel    |    Twitter    |

SHOWS & IMPRENSA:
E-mail: indomitemetal@gmail.com


 Espejo y Realidad (Demo) (2011)

01 - Espejo y Realidad
02 - Libertad
03 - Travesía

Download

 Theater of Time (2012)

01 - Threshold
02 - Pharaoh
03 - Awaking The Gods
04 - Sky High
05 - Rain
06 - Reach The Stars
07 - Parasite (Symbiotic)
08 - Carnival Curse
09 - The Curtain That Will Never Fall


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Kernunna - Discografia

Mesmo os que não são tão ligados na trajetória, mas gostam do Tuatha de Danann, sabem que as coisas foram bem turbulentas após o lançamento do terceiro álbum de estúdio "Trova di Danú", em 2004. Problemas internos de relacionamento entre os integrantes (em especial entre o vocalista Bruno Maia e os demais membros) levaram a banda a uma verdadeira montanha-russa cujo cume do loop era o céu e o fundo era o inferno. Frequentemente mudavam de status ativo, inativo ou em hiato. Essa instabilidade e incerteza de futuro levou os membros a trabalharem em projetos paralelos, como o Braia, banda de Folk Rock de caráter solo do Bruno Maia, e o Tray of Gift, formado pelo guitarrista e vocalista gutural Rodrigo Berne, que levou consigo os demais membros (de 2012) do Tuatha, como o baixista Giovani Gomes, o baterista Wilson Melkor e o tecladista Felipe Batiston.
O Tuatha de Danann segue ativo, procurando estabilidade. Enquanto isso... os projetos paralelos rolam soltos, e Bruno Maia não se segurou apenas com o Braia. Afim de formar uma banda que siga linha mais forte, mas ainda assim dentro do gênero que tanto está acostumado a tocar, Bruno formou o Kernunna no ano de 2012 em sua cidade natal, Varginha, em Minas Gerais.
Com a formação e noção de onde quer chegar com a sonoridade, rapidamente recrutou membros, formando um line-up bem completo, digno de um bom Folk. A partir daí foi apenas questão de pôr a mão na massa e trabalharem no debut.
Para o disco de estréia, o líder Bruno (vocal, guitarra, banjo, flauta e mandolim) contou Diniz na guitarra e vocal de apoio, Khadhu no baixo, violão e Zither, Rodrigo Abreu na bateria, Edgard Britto nos teclados, Alex Navar nas flautas "Tin Whistle" e "Uilleann Pipes" e Daiana Mazza no violino. Só pelos instrumentos tocados dá pra ter ideia de uma sonoridade realmente bacana, certo? Certo!
Foi apenas questão de tempo para, logo em 2013, o primeiro álbum "The Sem Anew" ser lançado. A expectativa, inclusive minha, era de algo na linha do Tuatha, pois tinha na cabeça a informação de que o Kernunna era a continuação da ex-banda. Só que na real não é, é diferente. Não te vem à cabeça seres como duendes. A imagem formada na sua cabeça é um pouco mais madura, como celtas, pois é esse o ramo Folk que o grupo segue, tanto em sonoridade quanto em letras. Porém, as letras também se dedicam em algumas faixas, principalmente a "Curupira's Maze" no folclore brasileiro.
A sonoridade está bem pesada, com guitarras sempre bem presentes, pesando integralmente a atmosfera, ao mesmo tempo em que os demais instrumentos estão lindamente diluídos dentro do mesmo contexto. Isso cria uma atmosfera celta, sólida e homogênea, lembrando muito a conjuntos irlandeses ou italianos do gênero. O Folk por si só é feliz, e esse disco não é diferente, apesar da maturidade, demonstrando que Bruno Maia está mais afiado no Metal Folclórico do que nunca! Mas deixo um aviso: o disco está tão homogêneo que gera certa complexidade na musicalidade, tornando um pouco difícil a dissimilação logo na primeira ouvida. Mas depois de umas três ouvidas você passa a curtir pra caralho, principalmente se você gostar da vertente. Esse trabalho está foda!
Por enquanto, esse é apenas o primeiro passo da nova banda de Bruno Maia, e ao meu ver, muito bem dado. Se o Kernunna for mesmo estável, perdurando por longos anos ainda e lançando discos de tempos em tempos, a banda vai se consolidar, sem dúvidas, e pode se tornar mais um orgulhante expoente do Folk Metal brasileiro! Aguardemos o que o futuro reserva ao Kernunna, e ao Bruno!


 The Seim Anew (2013)

01 - Kernunna
02 - Curupira's Maze
03 - The Seim Anew
04 - Snark
05 - Dreamer
06 - Póg Mo Thóin
07 - The Last of The Seven Ears
08 - The Keys To Given!
09 - Ricorso


sábado, 19 de outubro de 2013

Stormhold - Discografia

Primeira banda emergente estrangeira no blog! E também é a primeira oriunda da Bielorrússia. Trata-se da Stormhold, formada em agosto de 2003, na cidade de Gomel, por Alexander Sokolov (guitarra) e Dmitry Mikhailov (guitarra). Logo se juntaram a eles: Kozhemjakin Alexander (bateria) e Chernous Alexander (baixo). No fim de 2003, entra o vocalista Lesley Knife.
A banda iniciou o processo de composição, sendo que em seu início focava no Speed/Thrash Metal. Com essa sonoridade, gravam sua primeira demo em 2004, chamada 2050.
Em seguida, o conjunto começa a realizar seus primeiros shows e passa por uma grande reestruturação em 2005, com as entredas de Alex Panchenko (vocais) e Yuri Terebikov (bateria). Com eles, o grupo passa a focar no Melodic Death Metal. As apresentações prosseguem e o Stormhold chega a tocar como banda de abertura do Rotting Christ em um show na cidade de Kiev.
Imediatamente após a turnê, a banda começou a gravar um novo material, e em 2006, vem a segunda demo, denominada Infinity.
Na sequência, a banda passou novamente por várias mudanças, estabelecendo seu line-up com Alex Gasakov (vocal), Dmitry Mikhailov (guitarra), Vyacheslav Gasakov (guitarra), Alexander Chernous (baixo), Darnopyh Eugene (teclados) e Terebikov Yuri (bateria).
Em 2013, lançaram o EP Eyes In The Eyes, que vem sendo divulgado pela internet. O disco tem três faixas muito bem compostas, sendo que Another Day se destaca pela mescla entre os vocais rasgados e também por passagens limpas, a faixa-título vem na linha do Melodic Death mais clássica, enquanto The History Pages apresenta um belo instrumental, em especial em seu último solo.
Sem dúvidas, o Stormhold tem potencial. Espero que consigam realizar um sonho que vem sendo adiado desde 2008 e possam lançar seu primeiro álbum.
Um agradecimento especial ao vocalista Alex Gasakov que nos deu essa moral e nos apresentou o seu trabalho.

|   Facebook Page   |   Site  |   MySpace   |
        |   E-mail   |             


 Eyes In The Eyes (EP) (2013)

01 - Another Day
02 - Eyes In The Eyes
03 - The History Pages

Download

 The Lost World (2014)

01 - Wind of Freedom
02 - Another Day
03 - The Understanding of Truth
04 - Eyes In The Eyes
05 - Our Blood's On The Cross of War
06 - The History Pages
07 - Inside My Mind (feat. Eugeniy Johan Lavskiy)

Download


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Michael Kiske - Discografia

O maior nome do Metal Alemão? Fiquei refletindo sobre isso e cheguei a conclusão que, na minha modesta opinião, nenhum outro músico germânico é tão importante quanto Michael Kiske. O cara foi o grande responsável pela grande popularização do estilo em seu país.
Michael nasceu no dia 24 de janeiro de 1968, em Hamburgo. No ano de 1986, gravou uma demo-tape com a banda Ill Prophecy e logo em seguida ingressou no Helloween. Ainda que alguns possam reconhecer o bom trabalho de Andi Deris à frente da banda, a era Kiske é insuperável, algo que pode ser constatado por álbuns como Keeper Of The Seven Keys Part I (1987) e Keeper Of The Seven Keys Part II (1988). Durante a turnê desse último, Kai Hansen (guitarra), deixou a banda.  Logo em seguida, o Helloween passou por um litígio envolvendo a utilização de seu nome e só voltou a lançar um álbum em 1991, com Pink Bubbles Go Ape. O álbum foi uma decepção e um fracasso comercial, assim como seu sucessor Chameleon (1993), o que levou Kiske a deixar o Helloween.
Surgiram rumores que Kiske iria para o Iron Maiden, já que Bruce Dickinson havia partido para a carreira solo. Seria foda se tal mudança tivesse se concretizado, mas como sabemos, a história não foi bem assim, e para o lugar de Bruce o escolhido foi Blaze Bayley.
Em 1995, Michael Kiske aparece no álbum Land Of The Free do Gamma Ray, banda liderada pelo seu ex-companheiro de Helloween, Kai Hansen. Kiske participa da faixa título e de Time To Break Free. A participação do vocalista no álbum é bastante significativa e demonstrou que havia vida fora do Helloween, sendo que muitos criaram uma enorme expectativa de Michael permanecesse no Gamma Ray como um membro fixo, o que acabou não acontecendo.
Já em 1996, Michael deu início à sua carreira solo, com o lançamento do álbum Instant Clarity, sendo acompanhado pelos músicos Ciriaco Taraxes (guitarra), Jens Mencl (baixo) e Kay Rudi Wolke (bateria e guitarra na faixa Time's Passing By). No álbum, além dos vocais, Kiske auxilia no trabalho das guitarras, além de tocar teclado. Há ainda as participações mais do que especiais dos guitarristas Kai Hansen (nas faixas True To Your Self, New Horizons e em Thanx A Lot) e Adrian Smith do Iron Maiden (nas faixas The Calling, Burned Out e também em New Horizons) e, ainda, do flautista Norbert Krietemeyer.
Para se iniciar a audição do álbum, a primeira coisa é esquecer tudo o que o cara fez com o Helloween. Aqui é Michael Kiske sendo Michael Kiske, sendo que o músico não se esforça nenhum um pouco para relembrar o som de sua ex-banda, prova disso são as inúmeras baladas que cercam o trabalho, como a ótima Always. É claro que em linhas gerais temos um ótimo álbum de Heavy Metal, como comprovam as faixas The Calling, que é fantástica em todos os aspectos, New Horizons, que talvez seja a mais próxima do Helloween e a emocional Do I Remember A Life?, que mostra o lado mais "careta" da Michael, abordando uma temática espírita, além de ser uma boa mostra de todo o seu talento e versatilidade. Enfim, esse é daqueles álbuns que mais de quinze após o seu lançamento, não se consegue explicar o fato de não ter sido um sucesso. É um disco clássico, que mostra Michael em sua melhor forma, cantando de uma maneira que dá gosto de ouvir. Além disso, não é toda hora que temos um dueto composto por Hansen e Smith.
Em 2006, Instant Clarity foi relançado contendo algumas faixas inéditas.
Se o Michael tivesse persistido em explorar o trabalho do seu disco de estréia, provavelmente teríamos outros clássicos do Heavy Metal, mas o vocalista não consegue sossegar. Assim, em 1999, veio o álbum Readiness To Sacrifice, disco que afasta-se totalmente do Metal, com canções mais suaves e sinfônicas, sendo um trabalho difícil de digerir até para os fãs. Ouça Where Wishes Fly e veja se ela não é uma daquelas musiquinhas que tocam diariamente nas FMs. Não é nenhum absurdo rolutar o álbum no Pop Rock, e desses bem ruinzinhos.
Buscando novas mudanças, em 2003, o vocalista inicia o projeto SupaRed, com o intuito de levar a carreira em uma nova banda. O projeto rende apenas um álbum, homônimo, e acaba dissolvido.
Em 2005, é criado outro projeto, o Place Vendome, que consegue uma boa repercussão e seguiu ativo.
Em 2006, vem o terceiro disco da carreira solo, denominado Kiske. Em tal álbum, Michael deixou claro que iria fazer o som que gostava, e mais uma vez temos um som suave e sinfônico, com influências de Folk e até de Música Country. Enfim, se você não dormir até o final de audição, poderá observar que o domínio que Michael tem de sua voz é incrível e que sua potência vocal continua a mesma (vide a faixa All-Solutions), e que o talento do mesmo acaba desperdiçado em discos como esse.
De qualquer forma, fica aqui o respeito pela coragem do músico em fazer um trabalho tão pessoal, sem se importar com a reação das pessoas.
Estava claro que Michael queria se desvincular totalmente do Heavy Metal e principalmente do Helloween. Estava? Quer dizer, pelo menos era o que parecia.
Como o Kiske não sossega, em 2008, o músico veio com o álbum Past In Different Ways, que, como o nome sugere, é uma releitura de clássicos dos tempos de sua antiga banda.
Muita gente torceu o nariz para tal lançamento, pois o mesmo soou oportunista, além de ser um verdadeiro sacrilégio, fazer versões acústicas de clássicos eternos do You Always Walk AloneWhe Got The Right e A Little Time. É claro que o trabalho não é a melhor coisa do mundo, mas a voz de Kiske ainda se destaca neste disco que foi bastante criticado na época de seu lançamento, algo que deve ter passado despercebido pelos caras do Helloween que logo no ínicio de 2010, lançaram o "duvidoso" Unarmed, que acabou repetindo o mesmo erro de Kiske em Past In Different Ways, ou seja, mexeu naquilo que deve ser eternamente irretocável. Ainda assim, entre o álbum de Kiske, pode ter todos os defeitos, mas dá de 10 a 0 em Unarmed.
O vocalista deu um tempo em sua carreira solo, mas segue com o Place Vendome e também com o Unisonic, esse sim um projeto muito foda levado ao lado de Kai Hansen.
Se Kiske tivesse focado naquilo que sabe fazer melhor, com certeza seria ainda maior do que é. Mas eu tenho certeza que o cara é um artista realizado, pois fez questão de expor a sua arte e suas idéias, sendo um músico verdadeiro, algo que deve ser respeitado.


 Instant Clarity - 1996

01 - Be True To Yourself
02 - The Calling
03 - Somebody Somewhere
04 - Burned Out
05 - New Horizons
06 - Hunted
07 - Always
08 - Thanx A Lot!
09 - Time's Passing By
10 - So Sick
11 - Do I Remember A Life
12 - A Song Is Just A Moment

Download

 Always (EP) - 1996

01 - Always
02 - The Calling
03 - Rock 'N' Roll's Dead
04 - When You're Down On Your Knees That's When You're Closet To Heaven


 The Calling (EP) - 1996

01 - The Calling
02 - Somebody Somewhere
03 - Rock 'N' Roll's Dead
04 - When You're Down On Your Knees That's When You're Closet To Heaven


 Readiness To Sacrifice - 1999

01 - Could Cry
02 - Ban' em
03 - Philistine City
04 - Crosstown
05 - Where Wishes Fly
06 - Watch Your Blue
07 - Out Of Homes
08 - It
09 - Easy
10 - Shadowfights


 Kiske - 2006

01 - Fed By Stones
02 - All - Solutionns
03 - Knew I Would
04 - Kings - Fall
05 - Hearts Are Free (Corinna Wolke - Harmony-Voice)
06 - The King Of It All (Hanmari Spiegel - Violine-Solos)
07 - Sing My Song
08 - Silently Craving
09 - Truly (George Spiegel - Trombone, Corinna Wolke - Harmony-Voice)
10 - Painted (Martin Tingvall - Piano-Bits)
11 - Sad As The World


 Instant Clarity (2006 Version) - 2006

01 - Be True To Yourself
02 - The Calling
03 - Somebody Somewhere
04 - Burned Out
05 - New Horizons
06 - Hunted
07 - Always
08 - Thanx A Lot!
09 - Time's Passing By
10 - So Sick
11 - Do I Remember A Life
12 - A Song Is Just A Moment (Original Japan Bonus Track)
13 - I Don't Deserve Love (Bonus Track)
14 - Sacred Grounds (Bonus Track)
15 - Can't Tell (Bonus Track)


 Past In Different Ways - 2008

01 - You Always Walk Alone
02 - Whe Got The Right
03 -  I Believe
04 -  Longing
05 - Your Turn
06 -  Kids Of The Century
07 - In The Night
08 - Going Home
09 - A Little Time
10 - When The Sinner
11 - Different Ways



segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Asia - Discografia Comentada

O Asia foi criado em 1981, na Inglaterra, com o status de supergrupo, o que podia ser comprovado em razão de possuir um time estrelas formado pelos ex-integrantes do Yes: Geoff Downes (teclado) e Steve Howe (guitarra), o baterista do Emerson, Lake & Palmer: Carl Palmer e o ex-King Crimson e Uriah Heep: John Wetton (baixo e vocal).
Embora suas bases estivessem estabelecidas do Progressive Rock, o Asia soube tornar o seu som mas acessível e comercial, aproximando-se do Hard Rock e do AOR.
Logo que as primeiras composições começaram a surgir, alguns fãs criticaram a nova abordagem musical dos membros do Asia, mas com o lançamento do debut, homônimo, que saiu em 1982, os músicos calaram os críticos e demonstraram que aquele era o caminho certo.
O primeiro disco fez um enorme sucesso, graças a clássicos eternos como Heat Of The Moment, Only Time Will Tell e Wildest Dreams. O disco estabeleceu os parâmetros para a segunda geração do Rock Progressivo, com um som mais acessível, perfeito para tocar nas rádios. O próprio Yes em seus álbuns seguintes seguiu esse direcionamento, como em 90125, de 1983, por exemplo.
Com êxito obtido com o debut, principalmente nos Estados Unidos, o Asia fez uma grande turnê entre os anos de 82 e 83.
Logo em seguida, a gravadora pressionou o conjunto para lançassem logo outro álbum. Assim, ainda em 1983, lançam Alpha, disco que foi novamente um grande sucesso, embora as vendas tenham sido inferiores ao debut, mas que não recebeu boas críticas por ser extremamente comercial, abandonando definitivamente o Rock Progressivo.
Antes do fim do ano, John Wetton deixa o conjunto temporariamente, sendo substituído por Greg Lake (Emerson, Lake & Palmer).
Dessa fase, foi gravado o concerto Asia In Asia, no Japão, lançado sob o nome de Asia Live: Enso Kai, em 2001.
Wetton retorna em 1985, para trabalhar no próximo álbum, mas Steve Howe logo saiu para ser substituído por Mandy Meyer (guitarrista do Krokus).
O Asia retornou ao estúdio com a promessa de lançar um disco que tivesse um som próximo do seu debut. Astra, saiu em 1985 e mostrou uma banda com mais ênfase nos teclados que nas guitarras. O disco foi bem melhor que Alpha, mas ainda ficou longe do primeiro álbum. Ainda assim, conseguiram emplacar bons momentos, como nas faixas Go, Rock And Roll Dream, Voice Of America e Too Late.
A banda retornou em estúdio em 1989 com o guitarrista Steve Lukather (Toto). Em 1990, veio o álbum Then & Now, com quatro faixas inéditas. Além de Steve e Mandy, o disco contou com o auxílio de outros dois guitarristas: Ron Komie e Scott Gorham, nas faixas Prayin' 4 A Miracle e Summer, respectivamente.
Com a entrada do guitarrista Pat Thrall, Downes, Palmer e Wetton foram para uma turnê na Rússia, que teve apresentações com casa cheia e renderia o ao vivo Live In Moscow, que sai em 1991, e que foi disco de ouro.
Ainda em 1991, John Wetton deixou a banda para se dedicar à carreira solo. Para seu lugar veio o vocalista e baixista John Payne, que agora tinha uma grande responsabilidade à frente: da primeira formação do Asia, só restava Geoff Downes, efetivamente. Começaram a trabalhar no álbum que viria a ser lançado em 1992: Aqua. Steve Howe e Carl Palmer, chegaram a participar das primeiras sessões, inclusive, Howe, é creditado nas duas instrumentais do álbum: Aqua I e Aqua II. Porém, apenas Palmer participou das gravações efetivamente, e a formação de 1992, consistia em John Payne, Geoff Downes, Carl Palmer, e Al Pitrelli (ex-guitarrista de Alice Cooper e futuro membro do Megadeth).
John Payne tem um timbre bem diferente de Wetton, mas foi bem aceitou pelos fãs. Aqua mostrou que apesar das mudanças, o som do Asia permanecia inalterado. Estava cada vez mais claro que a onda do Asia era o AOR, como comprovam as belas Who Will Stop The Rain? e Lay Down Your Arms.
Em 1994, com Michael Sturgis na bateria, lançam o disco Aria, seguindo os mesmos direcionamentos dos anteriores. Durante a turnê do álbum, Al Pitrelli deixa a banda.
Para o próximo disco de estúdio, Arena, que sairia em 1996, o conjunto teve a colaboração de três guitarristas: Aziz Ibrahin, Eliott Randall e Ian Crichton.
Arena foi uma tentativa de retorno ao Rock Progressivo, mas a qualidade das composições fez com que o álbum não tivesse destaque, apesar das boas Arena, Heaven e Two Sides Of The Moon.
Em 1999, vem o instrumental Rare, que conta com apenas com Payne e Downes. Esse foi o primeiro disco de estúdio do Asia em que o título não se iniciou com a letra "A".
Logo em seguida surgiram rumores sobre um retorno da formação original, o que acabou não se concretizando. Ainda liderados por John Payne o Asia lançou o disco Aura, em 2000, que contou com vários músicos convidados, incluindo Steve Howe e Tony Levin (King Crimson). A formação da banda porém agora se estabiliza, com Payne, Downes, Chris Slade na bateria e a jovem revelação das guitarras, Guthrie Govan
Mais uma vez, o Asia tenta se estabelecer novamente no Rock Progressivo, o que agradou os fãs, que passaram a discutir se a banda era melhor com Wetton ou com Payne.
Comprovando que a banda vivia um bom momento, em 2004, vem o disco Silent Nation. Nesse álbum, que foi bem recebido pelo público, se destacam sucessos como Long Way From Home, Blue Moon Monday e Darkness Day. Durante a turnê, Chris Slade deixa o Asia, sendo substituído por Jay Schellen, na bateria.
Naquela época, Wetton e Downes se reuniram em um novo projeto, que culminou com o lançamento de um novo disco, chamado Icon, o que gerou inúmeras expectativas por um retorno da formação clássica do Asia, o que acabaria acontecendo em 2006.
Com Wetton, Howe, Downes e Palmer, o Asia partiu para um grande série de apresentações, passando inclusive pelo Brasil em 2007.
Em 2008, a formação clássica lançou o álbum Phoenix, que agradou em cheio aos fãs, com destaque para a participação de John Wetton, que parecia não ter sentido os efeitos do tempo, como nas faixas Never Again, Heroine e I Will Remember You.
Em razão do excelente trabalho que John Payne fez durante o tempo que permaneceu com o Asia, Geoff Downes, concedeu ao vocalista o direito de usar o nome Asia Featuring John Payne, e assim estava formado um segundo Asia, formado por Govan, Schellen e Erik Norlander, nos teclados.
Omega, de 2010, mostrou que os veteranos do Asia continuavam em forma, com mais um bom trabalho.
Para comemorar os trinta anos de carreira, lançaram em 2012 o disco XXX, com ótimas composições como Tomorrow The World e I Know How Feel.
O disco mais recente é o "Gravitas", que saiu em março de 2014.

|    Official Website    |    Facebook Page    |    Twitter    |


 Asia - 1982

01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - One Step Closer
05 - Time Again
06 - Wildest Dreams
07 - Without You
08 - Cutting It Fine
09 - Here Comes The Feeling

 Live (Auditorium Theater, Chicago, USA, 05-14-1982) - 1982

01 - Intro
02 - Time Again
03 - Wildest Dreams
04 - Without You
05 - Steve Howe Solo - Mood For A Day
06 - Steve Howe Solo - Clap
07 - Steve Howe Solo - Ram
08 - Midnight Sun
09 - Only Time Will Tell
10 - One Step Closer
11 - The Smile Has Left Your Eyes
12 - Cutting It Fine
13 - Here Comes The Feeling
14 - Sole Survivor
15 - Heat Of The Moment

 Alpha - 1983

01 - Don't Cry
02 - The Smile Has Left Your Eyes
03 - Never In A Million Years
04 - My Own Time (I'll Do What I Want)
05 - The Heat Goes On
06 - Eye To Eye
07 - The Last To Know
08 - True Colors
09 - Midnight Sun
10 - Open Your Eyes

Ouvir (Spotify)

 Astra - 1985

01 - Go
02 - Voice Of America
03 - Hard On Me
04 - Wishing
05 - Rock And Roll Dream
06 - Countdown To Zero
07 - Love Now Till Eternity
08 - Too Late
09 - Suspicion
10 - After The War

Ouvir (Spotify)

 Aurora (EP) - 1986

01 - Too Late
02 - Ride Easy
03 - Daylight
04 - Lying To Yourself

 Then & Now (Compilation) - 1990

01 - Only Time Will Tell
02 - Heat Of The Moment
03 - Wildest Dreams
04 - Don't Cry
05 - The Smile Has Left Your Eyes
06 - Days Like These
07 - Prayin' 4 A Miracle (New Track)
08 - Am I In Love (New Track)
09 - Summer (New Track)
10 - Voice Of America (New Track)

Ouvir (Spotify)

 Live In Moscow 1990 - 1991

01 - Time Again
02 - Sole Survivor
03 - Don't Cry
04 - Keyboard Solo (Inc Video Killed The Radio Star)
05 - Only Time Will Tell
06 - Rock And Roll Dream
07 - Starless
08 - Book Of Saturday
09 - The Smile Has Left Your Eyes (Part I & II)
10 - Wildest Dreams
11 - The Heat Goes On
12 - Go
13 - Heat Of The Moment
14 - Open Your Eyes

Ouvir (Spotify)

 Aqua - 1992

01 - Aqua I
02 - Who Will Stop The Rain
03 - Lay Down Your Arms
04 - Heaven On Earth
05 - Someday
06 - Crime Of The Heart
07 - A Far Cry
08 - Back In Town
09 - Don't Call Me
10 - Love Under Fire
11 - The Voice Of Reason
12 - Aqua II

 Aria - 1994

01 - Anytime
02 - Are You Big Enough
03 - Desire
04 - Summer
05 - Sad Situation
06 - Don't Cut The Wire (Brother)
07 - Feels Like Love
08 - Remembrance Day
09 - Enough's Enough
10 - Military Man
11 - Aria
12 - Reality

 Arena - 1996

01 - Into The Arena
02 - Arena
03 - Heaven
04 - Two Sides Of The Moon
05 - The Day Before The War
06 - Never
07 - Falling
08 - Words
09 - U Bring Me Down
10 - Tell Me Why
11 - Turn It Around
12 - Bella Nova

 Archiva Vol.1 & Vol.2 (Special Edition) (Compilation) - 1996

Archiva Vol. 1:
01 - Heart Of Gold
02 - Tears
03 - Fight Against The Tide
04 - We Fall Apart
05 - The Mariner's Dream
06 - Boys From Diamond City
07 - A.L.O
08 - Reality
09 - I Can't Wait A Lifetime
10 - Dusty Road
11 - I Believe
12 - Ginger
13 - Anytime (Edit, Bonus Track)
14 - Open Your Eyes (Acoustic, Bonus Track)

Archiva Vol. 2:
01 - Obsession
02 - Moon Under The Water
03 - Love Like The Video
04 - Don't Come To Me
05 - The Smoke That Thunders
06 - Satellite Blues
07 - Showdown
08 - That Season
09 - Can't Tell These Walls
10 - The Higher You Climb
11 - Right To Cry
12 - Armenia
13 - Little Rich Boy (Edit)
14 - Turn It Around (Ethnic Mix)

 Now! Live In Nottingham - 1997

01 - Wildest Dreams
02 - Sole Survivor
03 - Don't Cry
04 - Voice Of America
05 - Time Again
06 - Praying For A Miracle
07 - The Smile Has Left Your Eyes
08 - Only Time Will Tell
09 - Days Like These
10 - The Heat Goes On
11 - Go
12 - Heat Of The Moment
13 - Open Your Eyes

Ouvir (Spotify)

 Best Of (Compilation) - 1997

01 - Heart Of Gold
02 - Tears
03 - Fight Against The Tide
04 - The Mariner's Dream
05 - Boys From Diamond City
06 - Ginger
07 - Obession
08 - Moon Under Water
09 - Don't Come To Me
10 - The Smoke That Thunders
11 - The Higher You Climb
12 - Armenia

 Archives - The Best Of Asia 1988-1997 (Compilation) - 1997

01 - Who Will Stop The Rain
02 - Summer
03 - Satellite Blues
04 - Love Under Fire
05 - Tell Me Why
06 - Lay Down Your Arms
07 - Remembrance Day
08 - I Can't Wait A Lifetime
09 - The Higher You Climb
10 - Anytime
11 - Heat Of The Moment '97
12 - Heart Of Gold
13 - A Far Cry
14 - Don't Cut The Wire
15 - The Day Before The War
16 - Only Time Will Tell '97

 Anthology (The Best Of Asia 1982-1997) (Special Edition) (Compilation) - 1997

01 - The Hunter
02 - Only Time Will Tell
03 - Arena
04 - Anytime
05 - Don't Cry
06 - Aqua Part One
07 - Who Will Stop The Rain
08 - The Heat Goes On
09 - Two Sides Of The Moon
10 - Reality
11 - Go
12 - Feels Like Love
13 - Someday
14 - Heat Of The Moment
15 - Military Man
16 - Different Worlds
17 - Time Again (Acoustic)

 Live In Osaka - 1997

01 - Go
02 - Band Intro
03 - Lay Down Your Arms
04 - Love Under Fire
05 - Rock And Roll Dreams
06 - Geoff Downes Keyboard Solo
07 - Video Kills The Radio Star
08 - Little Rich Boy
09 - Voice Of America
10 - Aqua
11 - Who Will Stop The Rain
12 - Wildest Dreams
13 - Back In Town
14 - Don't Cry
15 - Some Day
16 - Steve Howe Solo
17 - The Voice Of Reason
18 - Only Time Will Tell
19 - The Heat Goes On
20 - A Far Cry

 Live In Koln - 1997

01 - Go
02 - Back In Town
03 - Sad Situation
04 - Remembrance Day
05 - Someday
06 - The Heat Goes On
07 - Anytime
08 - Sole Survivor
09 - Summer
10 - Feels Like Love
11 - Little Rich Boy
12 - Desire
13 - Who Will Stop The Rain
14 - Military Man
15 - Only Time Will Tell
16 - Heat Of The Moment

 Rare - 1999

01 - The Waterfall
02 - The Journey Begins
03 - The Seasons
04 - The Gods
05 - The Whales
06 - The Journey Continues
07 - The Reservation
08 - The Bears
09 - Under The Seas
10 - At The Graveyard
11 - Downstream
12 - The Ghosts
13 - The Sun
14 - The Moon
15 - The Sharks
16 - The Journey Ends
17 - The Indians
18 - The Angels
19 - The Horizons
20 - To The Deep
21 - The Game
22 - The Exodus

 Axioms (Compilation) - 1999

01 - Bella Nova
02 - Who Will Stop The Rain
03 - Heaven On Earth
04 - Words
05 - Turn It Around
06 - Summer
07 - Heaven
08 - A Far Cry
09 - Love Under Fire
10 - Tell Me Why
11 - Anytime
12 - Aqua Part 2
13 - Into The Arena
14 - Military Man
15 - The Hunter
16 - Desire
17 - Sad Situation
18 - The Day Before The War
19 - Feels Like Love
20 - Different Worlds
21 - Remembrance Day
22 - U Bring Me Down
23 - Aria

 Live Acoustic - 1999

01 - The Heat Goes On
02 - Different Worlds
03 - Back In Town
04 - Summer
05 - Don't Call Me
06 - Military Man
07 - Downes Solo
08 - Arena
09 - Only Time Will Tell
10 - Feels Like Love
11 - Who Will Stop The Rain
12 - Sad Situation
13 - Heat Of The Moment

 Aura - 2000

01 - Awake
02 - Wherever You Are
03 - Ready To Go Home
04 - The Last Time
05 - Forgive Me
06 - Kings Of The Day
07 - On The Coldest Day In Hell
08 - Free
09 - You're The Stranger
10 - The Longest Night
11 - Aura
12 - Under The Gun
13 - Come Make My Day
14 - Hands Of Time

 The Very Best Of Asia - Heat Of The Moment (1982-1990) - 2000

01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - Time Again
05 - Wildest Dreams
06 - Here Comes The Feeling
07 - Don't Cry
08 - Daylight
09 - The Smile Has Left Your Eyes
10 - Lying To Yourself
11 - The Heat Goes On
12 - Never In A Million Years
13 - Open Your Eyes
14 - Go
15 - Voice Of America
16 - Too Late
17 - Days Like These
18 - Ride Easy

 The Collection (Compilation) - 2000

01 - Only Time Will Tell '97
02 - Into The Arena
03 - Arena
04 - Military Man
05 - A.L.O
06 - Someday
07 - Don't Cut The Wire (Brother)
08 - Lay Down Your Arms
09 - Bella Nova
10 - U Bring Me Down
11 - Ginger
12 - Back In Town
13 - Heat Of The Moment '97
14 - Boys From Diamond City
15 - The Smoke That Thunders
16 - Don't Come To Me
17 - Aria
18 - Armenia

 Alive In Hallowed Halls (Live) - 2001

01 - Intro
02 - Time Again
03 - Wildest Dreams
04 - Without You
05 - Midnight Sun
06 - Only Time Will Tell
07 - Daylight
08 - The Smile Has Left Your Eyes
09 - Keyboard Solo
10 - Don't Cry
11 - Open Your Eyes
12 - Ride Easy

 Enso Kai, Live At Budokan 1983 - 2002

01 - The Heat Goes On
02 - Here Comes The Feeling
03 - Eye To Eye
04 - Steve Howe
05 - Only Time Will Tell
06 - Open Your Eyes
07 - Geoff Downes
08 - The Smile Has Left Your Eyes
09 - Wildest Dreams
10 - Heat Of The Moment
11 - Sole Survivor

 America, Live In The USA - 2002

CD 1:
01 - Intro
02 - The Heat Goes On
03 - Days Like These
04 - Awake
05 - Arena
06 - Military Man
07 - Wherever You Are
08 - Bad Asteroid

CD 2:
01 - Don't Cry
02 - Ready To Go Home
03 - Sole Survivor
04 - Free
05 - Only Time Will Tell
06 - Go
07 - Heat Of The Moment

 Quadra (Box Live) - 2002

CD 1 - Live In Pittsburgh, PA. 25.04.82:
01 - Without You
02 - Ancient - Steve Howe Acoustic Solo
03 - Clap
04 - Midnight Sun
05 - Only Time Will Tell
06 - The Smile Has Left Your Eyes
07 - Cutting It Fine
08 - Geoff Downes Keyboard Solo
09 - Wildest Dreams
10 - Here Comes The Feeling (Featuring Carl Palmer Drum Solo)
11 - Sole Survivor
12 - The Man With The Golden Arm
13 - Heat Of The Moment

CD 2 - Live In Worcester, MA. 22.08.83:
01 - Wildest Dreams
02 - Time Again
03 - The Heat Goes On
04 - Eye To Eye
05 - Only Time Will Tell
06 - Geoff Downes Keyboard Solo
07 - Beginnings - Steve Howe Acoustic Solo
08 - Valley Of Rocks
09 - Clap
10 - Midnight Sun

CD 3 - Live In Worcester, MA. 22.08.83:
01 - Don't Cry
02 - The Last To Know
03 - Open Your Eyes
04 - The Smile Has Left Your Eyes
05 - Here Comes The Feeling
06 - Carl Palmer Drum Solo
07 - Sole Survivor
08 - Heat Of The Moment

CD 4 - Live In Detroit 1990:
01 - Intro
02 - Time Again
03 - Wildest Dream
04 - Without You
05 - Midnight Sun
06 - Only Time Will Tell
07 - Daylight
08 - The Smile Has Left Your Eyes
09 - Keyboard Solo
10 - Don't Cry
11 - Open Your Eyes
12 - Ride Easy

 Anthologia - 20th Anniversary Geffen Years Collection 1982-1990 (Compilation) - 2002

CD 1:
01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - One Step Closer
05 - Time Again
06 - Wildest Dreams
07 - Without You
08 - Cutting It Fine
09 - Here Comes The Feeling
10 - Ride Easy
11 - Don't Cry
12 - The Smile Has Left Your Eyes
13 - Never In A Million Years
14 - My Own Time (I'll Do What I Want)
15 - The Heat Goes On
16 - Eye To Eye
17 - The Last To Know
18 - True Colors

CD 2:
01 - Midnight Sun
02 - Open Your Eyes
03 - Daylight
04 - Lyin' To Yourself
05 - Go
06 - Voice Of America
07 - Hard On Me
08 - Wishing
09 - Rock And Roll Dream
10 - Countdown To Zero
11 - Love Now Till Eternity
12 - Too Late
13 - Suspicion
14 - After The War
15 - Am I In Love
16 - Summer (Can't Last Too Long)
17 - Prayin' 4 A Miracle
18 - Days Like These

 Classic Asia - Universal Masters Collection (Compilation) - 2002

01 - Go
02 - The Smile Has Left Your Eyes
03 - Sole Survivor
04 - Heat Of The Moment
05 - Wildest Dreams
06 - Don't Cry
07 - Only Time Will Tell
08 - Cutting It Fine
09 - Without You
10 - Time Again
11 - One Step Closer
12 - The Last To Know
13 - The Heat Goes On
14 - Eye To Eye
15 - Never In A Million Years
16 - Open Your Eyes
17 - Too Late

 Live In Buffalo'82 - 2003

01 - Time Again
02 - One Step Closer
03 - Without You
04 - Ancient
05 - Claps
06 - Midnight Sun
07 - Only Time Will Tell
08 - Cutting It Fine
09 - Keyboard Solo
10 - Wildest Dreams
11 - Here Comes The Feeling
12 - Sole Survivor
13 - Heat Of The Moment

 The Best Of Asia (20th Century Masters - The Millennium Collection) - 2003

01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - Don't Cry
05 - The Smile Has Left Your Eyes
06 - The Heat Goes On
07 - Open Your Eyes
08 - Daylight
09 - Go
10 - Voice Of America
11 - Too Late
12 - Days Like These

 Live In Hyogo - 2004

01 - Intro
02 - Wildest Dreams
03 - Sole Survivor
04 - Don't Cry
05 - Voice Of America
06 - Solo Geoff
07 - Majesty
08 - Time Again
09 - Praying For A Miracle
10 - Only Time Will Tell
11 - Rendez-Vous 602
12 - Book Of Sturday
13 - Days Like These
14 - The Heat Goes On Solo
15 - Go
16 - Heat Of The Moment
17 - Open Your Eyes

 Silent Nation - 2004

01 - What Above Love
02 - Long Way From Home
03 - Midnight
04 - Blue Moon Monday
05 - Silent Nation
06 - Ghost In The Mirror
07 - Gone Too Far
08 - I Will Be There For You
09 - Darkness Day
10 - The Prophet

 The Best Of 1992-2004 (Asia Featuring John Payne) - 2004

01 - Different Worlds
02 - Someday
03 - Gone Too Far
04 - Are You Big Enough
05 - Arena
06 - The Prophet
07 - You're The Stranger
08 - Turn It Around
09 - Don't Come To Me
10 - The Higher You Climb
11 - Summer
12 - Don't Cut The Wire
13 - Midnight
14 - The Last Time
15 - The Longest Night
16 - Wherever You Are

 Gold (Compilation) - 2005

CD 1:
01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - One Step Closer
05 - Time Again
06 - Wildest Dreams
07 - Without You
08 - Cutting It Fine
09 - Here Comes The Feeling
10 - Ride Easy
11 - Don't Cry
12 - The Smile Has Left Your Eyes
13 - Never In A Million Years
14 - My Own Time (I'll Do What I Want)
15 - The Heat Goes On
16 - Eye To Eye
17 - The Last To Know
18 - True Colors

CD 2:
01 - Midnight Sun
02 - Open Your Eyes
03 - Daylight
04 - Lying To Yourself
05 - Go
06 - Voice Of America
07 - Hard On Me
08 - Wishing
09 - Rock And Roll Dream
10 - Countdown To Zero
11 - Love Now Till Eternity
12 - Too Late
13 - Suspicion
14 - After The War
15 - Am I In Love
16 - Summer (Can't Last Too Long)
17 - Prayin' 4 A Miracle
18 - Days Like These

Ouvir (Spotify)

 The Definitive Collection (Compilation) - 2006

01 - Heat Of The Moment
02 - Only Time Will Tell
03 - Sole Survivor
04 - Wildest Dreams
05 - Here Comes The Feeling
06 - Don't Cry
07 - The Smile Has Left Your Eyes
08 - The Heat Goes On
09 - Open Your Eyes
10 - Daylight
11 - Go
12 - Voice Of America
13 - Too Late
14 - Wishing
15 - Days Like These
16 - Go (Remix)

Ouvir (Spotify)

 Extended Versions (Asia Featuring John Payne) (Live) - 2007

01 - Time Again
02 - Only Time Will Tell
03 - Wildest Dreams
04 - Here Comes The Feeling
05 - Silent Nation
06 - Long Way From Home
07 - Cutting It Fine
08 - What About Love
09 - Sole Survivor
10 - Heat Of The Moment

 Fantasia (Live In Tokyo) - 2007

01 - Time Again
02 - Wildest Dreams
03 - One Step Closer
04 - Roundabout
05 - Without You
06 - Cutting It Fine
07 - Guitar Solo
08 - Fanfare For The Common Man
09 - The Smile Has Left Your Eyes
10 - Don't Cry
11 - Court Of The Crimson King
12 - Here Comes The Feeling
13 - Video Killed The Radio Star
14 - The Heat Goes On-Drum Solo
15 - Only Time Will Tell
16 - Sole Survivor
17 - Ride Easy
18 - Heat Of The Moment

 Phoenix - 2008

01 - Never Again
02 - Nothing's Forever
03 - Heroine
04 - Sleeping Giant/No Way Back/Reprise
05 - Alibis
06 - I Will Remember You
07 - Shadow Of A Doubt
08 - Parallel Worlds/Vortex/Deya
09 - Wish I'd Known All Along
10 - Orchard Of Mines
11 - Over And Over
12 - An Extraordinaire Life

 Acoustic & Electric (Compilation) - 2008

01 - The Heat Goes On
02 - Who Will Stop The Rain
03 - Cutting It Fine
04 - Video Killed The Radio Star
05 - Heat Of The Moment
06 - Open Your Eyes
07 - Lay Down Your Arms
08 - Voice Of America
09 - Different Worlds
10 - Back In Town
11 - Summer
12 - Arena
13 - Only Time Will Tell
14 - Sole Survivor

 Asia Featuring John Payne - Military Man (EP) - 2009

01 - Military Man (2009 Version)
02 - Long Way From Home (2009 Version)
03 - Neurosaur (2009 Version)
04 - Military Man (Radio Edit)
05 - Long Way Home (Radio Edit)

 Spirit Of The Night, The Phoenix Tour - Live In Cambridge 2009 - 2010

01 - Only Time Will Tell
02 - Time Again
03 - An Extraordinary Life
04 - My Own Time
05 - Open Your Eyes
06 - Fanfare For The Common Man
07 - Here Comes The Feeling
08 - Never Again
09 - The Heat Goes On
10 - Sole Survivor
11 - Don't Cry
12 - Heat Of The Moment
13 - Starless (Live On June 13, 2007 In Sarasota, Florida) (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Omega - 2010

01 - Finger On The Trigger
02 - Through My Veins
03 - Holy War
04 - Ever Yours
05 - Listen, Children
06 - End Of The World
07 - Light The Way
08 - Emily
09 - I'm Still The Same
10 - There Was A Time
11 - I Believe
12 - Don't Wanna Lose You Now

 The Omega Tour Live (Official Bootleg) - 2010

CD 1:
01 - I Believe
02 - Only Time Will Tell
03 - Holy War
04 - Never Again
05 - Through My Veins
06 - Lute Concerto In D Major (Guitar Solo)
07 - (Guitar Solo)
08 - Don't Cry (Keyboard, Vocal Solo)
09 - The Smile Has Left Your Eyes (Keyboard, Vocal Solo)
10 - The Smile Has Left Your Eyes (Reprise)
11 - Open Your Eyes

CD 2:
01 - Finger On The Trigger
02 - Time Again
03 - An Extraordinary Life
04 - End Of The World
05 - The Heat Goes On, Drum Solo
06 - Sole Survivor
07 - Go
08 - Heat Of The Moment
09 - Heat Of The Moment (Reprise)

 XXX - 2012

01 - Tomorrow The World
02 - Bury Me In Willow
03 - No Religion
04 - Faithful
05 - I Know How You Feel
07 - Al Gatto Nero
08 - Judas
09 - Reno (Silver And Gold)
10 - Ghost Of A Chance
11 - I Know How You Feel (Midnight Mix)
12 - Faithful (Orchestral Version)

Ouvir (Spotify)

 Asia Featuring John Payne - Live Risen Sun (Japanese Edition) - 2012

01 - Time Again
02 - Only Time Will Tell
03 - Wildest Dreams
04 - Here Comes The Feeling
05 - Silent Nation
06 - Long Way From Home
07 - Cutting It Fine
08 - What About Love
09 - Sole Survivor
10 - Heat Of The Moment

 Resonance (Live) - 2012

CD 1:
01 - I Believe
02 - Only Time Will Tell
03 - Holy War
04 - Never Again
05 - Through My Veins
06 - Don't Cry
07 - All's A Chord
08 - The Valley Of Rocks
09 - The Smile Has Left Your Eyes
10 - Open Your Eyes

CD 2:
01 - Finger On The Trigger
02 - Time Again
03 - An Extraordinary Life
04 - End Of The World
05 - The Heat Goes On (Inc.Drum Solo)
06 - Sole Survivor
07 - Go
08 - Heat Of The Moment
09 - Wildest Dreams (Japan Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Gravitas - 2014

01 - Valkyrie
02 - Gravitas
03 - The Closer I Get To You
04 - Nyctophobia
05 - Russian Dolls
06 - Heaven Help Me Now
07 - I Would Die For You
08 - Joe DiMaggio's Glove
09 - Till We Meet Again
10 - The Closer I Get To You (Acoustic Version) (Bonus Track)
11 - Joe DiMaggio's Glove (Acoustic Version) (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 High Voltage Live (Live) - 2014

01 - Only Time Will Tell
02 - Wildest Dreams
03 - One Step Closer
04 - An Extraordinary Life
05 - Time Again
06 - Cutting It Fine
07 - Without You
08 - I Believe
09 - Here Comes The Feeling
10 - Sole Survivor
11 - Heat of The Moment

Ouvir (Spotify)

 Axis XXX: Live In San Francisco (Live) - 2015

CD 1:
01 - Introduction
02 - Only Time Will Tell
03 - Wildest Dreams
04 - Face On The Bridge
05 - Time Again
06 - Tomorrow The World
07 - Ride Easy
08 - Pyramidology
09 - Golden Mean
10 - I Know How You Feel
11 - Don't Cry
12 - Smile Has Left Your Eyes

CD 2:
01 - Cutting It Fine
02 - Holy War/Drum Solo
03 - Extraordinary Life
04 - Here Comes The Feeling
05 - Open Your Eyes
06 - Sole Survivor
07 - Heat of The Moment

Ouvir (Spotify)

 Access All Areas (Live) - 2015

01 - Wildest Dreams
02 - Sole Survivor
03 - Don't Cry
04 - Voice of America
05 - Time Again
06 - Prayin' 4 A Miracle
07 - The Smile Has Left Your Eyes
08 - Only Time Will Tell
09 - Days Like These
10 - The Heat Goes On
11 - Go
12 - Heat of The Moment
13 - Open Your Eyes